Procurar no site

A Igreja Inicia Consultas para “Regularizar” as Atividades na China

31-08-2010 16:54

SALT LAKE CITY, 30 de agosto de 2010.

Uma série de reuniões de alto nível entre A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (Mórmon) e um líder da República Popular da China poderá levar à "regularização" das atividades da Igreja naquele país.

Uma declaração da Primeira Presidência da Igreja anunciada hoje revela que um alto representante da República Popular da China — sendo esse o funcionário do mais alto nível do governo de Pequim a visitar os líderes da Igreja — reuniu-se com a Primeira Presidência.

A reunião realizada no Edifício dos Escritórios Administrativos da Igreja em Salt Lake City na terça-feira, 24 de agosto, deu sequência a outras reuniões realizadas em fevereiro e maio em Pequim, às quais estavam presentes o Élder Dallin H. Oaks, Apóstolo da Igreja, e o Élder Donald L. Hallstrom, responsável pela supervisão da Igreja na Ásia por designação da Primeira Presidência. Essas reuniões foram iniciativas desse funcionário do governo chinês.

O Élder Oaks e o Élder Hallstrom representam dois dentre os conselhos mais altos da Igreja: o Élder Oaks, o Quórum dos Doze Apóstolos; e o Élder Hallstrom, a Presidência dos Setenta.
“É importante entendermos o significado do termo “regularizar”, além de entendermos o que ele não significa", disse o porta-voz da Igreja, Michael Otterson. “Ele não significa que estejamos planejando enviar missionários à China. Tal aspecto não está nem sendo considerado ainda. A Igreja aprecia profundamente a cortesia da liderança do governo chinês de abrir um caminho que melhor defina a maneira como a Igreja e seus membros vão poder conduzir suas atividades diárias em plena harmonia com as leis daquela nação.”

Otterson disse que muitos detalhes precisam ainda ser analisados em outras reuniões com os líderes de Pequim, mas o que agora ocorre é o resultado de 30 anos da edificação de um elo de confiança mútua com os chineses.

“Eles se familiarizaram plenamente conosco por meio de numerosos encontros e já viram como nós e nossos membros atuamos na China. Eles sabem que somos um povo de palavra no que diz respeito às leis do país e às expectativas culturais dos chineses", disse.

A breve declaração formal diz que a Primeira Presidência, juntamente com outros líderes dos altos conselhos da sede da Igreja em Salt Lake City “tiveram consultas com um alto funcionário da República Popular da China, em Pequim, e estabeleceram um relacionamento que esperamos leve à regularização das atividades da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias na China”.

Otterson disse que, devido à importância de se compreender e acatar as disposições das diversas leis chinesas e à necessidade de esforços contínuos de cooperação, a Igreja não planeja fazer mais comentários sobre o andamento das discussões por enquanto.

“Ao encerrar-se a reunião em Salt Lake City, foi acordado que seria apropriado fazer o anúncio público dessas informações”, completou Otterson.

Informações :

www.saladeimprensa-sud.org.br/shownews.asp?v_news=58

http://newsroom.lds.org/ldsnewsroom/eng/news-releases-stories/church-in-talks-to-regularize-activities-in-china